domingo, 19 de setembro de 2010

Negro - por Tawany

Muitos pensam...


Negro, pele escura, cabelo crespo,
Pessoa que não merece respeito.
Negro, sem valor, não tem sentimento,
não sente dor.

Negro, não ama, não merece carinho.
Com suas mão machucadas, em dor e sofrimento,
constroi seu próprio ninho - a morte.

Debaixo da terra existe o mundo do extermínio,
que é a outra vida, onde se vive,
debaixo das botas dos homens brancos.

Negros, derramam pranto.
Conquistou a morte tentando conquistar a liberdade.
Negro, abra os olhos, não sofra calado, não olhe para o passado
Construa seu futuro.

Engane o destino de uma forma sábia,
driblando as dificuldades com a cabeça erguida.
Use o segredo mais importante da vida:
O tempo!

Por que o tempo?

O tempo, sim.
Pois temos que dar tempo ao tempo, para que a vida seja aproveitada
Em outras palavras,
"Sem tempo a vida não passa"

Negro, revele o que pensa
Mostre para si próprio que você é capaz de conquistas o que você quer.
Negro, acredite na sua capacidade,
Acredite que você é quem vai fazer a vida valer a pena.
Pois a vida não é só para aqueles que "podem", pois você também pode tudo.

Negro, em calafrios geme, e com a voz trêmula
tenta cicatrizar feridas passadas,
palavras mal usadas que um dia te magoaram.

Negro, apague páginas que um dia te amedrontaram
e te fizeram chorar à toa.

Negros, olhem o mundo com os olhos da alma,
inspirem-se em quem te fez existir hoje.

Quem te fez existir hoje?
Você fez você existir hoje!
Pois enfrentou tudo e todos,
para que o mundo enxergasse que não é "negro" formado apenas por cinco letras
mas é negro e acima de tudo
não desiste de seus objetivos.

Um dia tentaram nos expulsar do mundo
por terem o complexo de que não tínhamos alma.
Mas um dia enviado das altas nuvens
nos libertou das mãos dos demônios de nossas vidas.

Nos fizeram acreditar que não éramos nada,
que não merecíamos viver,
que não prestávamos,
que éramos inferiores aos tais senhores.

Agradeço aos negros que lutaram para ter o que era seu por direito.
Que lutaram por seus objetivos e que venceram,
não dominando o mundo ou mudando a opinião dos "senhores deuses brancos",
mas venceram em qualidade e sabedoria
e hoje, conquistaram e tomaram para si o que era de direito.

Agradeço chefes de quilombos que deram suas vidas
para que não fossem extintos os negros.
E agradeço a Deus por ter nos aberto as portas do céu,
e nos fez conquistar cada vez mais
o nosso lugar:

"a igualdade".

Tawany

3 comentários:

dayane 19 de setembro de 2010 17:05  

♥Um lindo poema,feito com revolta e determinação♥

Arte vagabunda 25 de setembro de 2010 02:29  

do balakubako pessoal .
curti mesmo

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.